Bormida é uma vila de 384 habitantes no meio do Vale Bormida, interior da região de Liguria, noroeste de Itália.

Os campos verdejantes, as estradas sossegadas e a vida rural já não são atrativos e o resultado é que muitas aldeias italianas estão a transformar-se em aldeias fantasmas - um relatório de uma associação ambiental indica que 2,500 aldeias correm o risco de caírem no abandono e ficarem sem população.

Para evitar que isso aconteça com Bormida, o autarca local resolveu pagar 2 mil euros para novos habitantes que queiram estabelecer residência na aldeia. Quem decidir ir viver em Bormida, poderá encontrar rendas de 50 euros por mês, garantiu o autarca Daniele Galliano ao The Guardian.

Veja o post deixado por Galliano no Facebook:

O preço das rendas vai variar: para uma casa pequena o preço mensal é de 50 euros; para uma propriedade maior, pode chegar aos 120 euros. Quanto ao prémio de 2 mil euros, a medida ainda vai ser aprovada pelo poder local.

Muitos jovens de Bormida abandonaram a aldeia à procura de melhores oportunidades e empregos em cidades do litoral, como Savona ou Génova.

Para quem procura paz e sossego


Neste momento, esta aldeia não tem muito mais oferecer do que uma vida simples e calma.

"Não há muito para fazer aqui. Mas a vida é muito simples e natural. Temos florestas, a igreja, cabras, e muita comida deliciosa. É uma vida livre de stress", afirmou ao The Guardian Oddone Giuseppe, um dos proprietários de um dos quatro restaurantes que existem em Bormida.

Igreja de Bormida
Igreja de Bormida créditos: Flickr

Apesar de ser uma comunidade pequena e de estar no interior, esta aldeia fica a uma hora de carro da cidade de Savona e a uma hora e meia de Génova. O famoso destino turístico Cinque Terre também fica na região de Liguria.

Pedidos já estão a chegar


Na página de Facebook de Daniele Galliano já há uma reação ao apelo para que novos habitantes venham estabelecer-se em Bormida.

O autarca refere que a aldeia está a ser muito procurada e que novas iniciativas semelhantes poderão ser divulgadas em breve.