Foi um reencontro inesperado, nem conseguia acreditar no que estava a provar. Foi uma paixão louca à segunda vista! Prometo que não estou a exagerar, e conto pra você. Ano passado, o Bernardo Aboim, um jovem super simpático, daqueles super bem com a vida, na casa dos vinte, e com cabecinha bem madura e visionária, abriu o Pé na Poça, uma petiscaria em São João do Estoril, com vista pra aquele mar maravilhoso. Estive na inauguração e achei engraçado, mas nunca mais voltei, por falta de tempo.

À convite de uma grande amiga, retornei ao Pé na Poça no início de março, o conceito tinha mudado por completo, de petiscaria passou para sushi bar. E eu, doida por sushi, nem pensei duas vezes, fui provar! Genteeeee, desta vez não estou nem perto de exagerar quando vos digo que foi o MELHOR suhi que já comi na minha vida!

O restaurante do Bernardo esteve fechado por uns tempos, ninguém sabia o que iria acontecer, de repente ele reabriu em fevereiro com uma carta de cair o queixo e totalmente irresistível!

Amei a criatividade dos pratos, desde o styling a conjugação dos sabores. Sentamos na esplanada e nos deixamos levar, desta vez nem vi a carta, deixei que o sushiman me surpreendesse, e conseguiu!

Pé na Poça
créditos: Paula Bollinger

Como entrada, um prato lindo com três opções, "tataki de atum", muito saboroso e bem cortado, "ostras com ovas de salmão", fresquinhas e numa combinação perfeita, "carpaccio de pregado", uma delicia com molho shoyu por cima, mas esta é uma entrada que varia, dependendo do produto. O Bernado me contou que uma das coisas que eles mais prezam é pelo peixe, que é comprado sempre no mesmo dia, uma maravilha!

Provei como pratos principais umas loucuras gastronómicas do Chef Marcos Araújo, o sushiman brasileiro que promete revolucionar a comida japonesa em Portugal! Comecei por devorar com os olhos este prato lindo, depois veio o sentimento de pena. Sim, pena mesmo, olhem bem pra belezura destas cores e foodstylist! Dá pena de mexer, né?! Hahaha mas a curiosidade foi maior!

Comecei por um Aji Tataki de Carapau aberto, temperado em gengibre bem forte. Que conjugação de sabores extraordinária, o sabor se prolonga e nos leva a lembranças de tardes de praia. Os rolinhos de pregado são super saborosos e quebram com a força do gengibre que acompanha o caparau.

Num segundo prato principal, me deliciei nos rolinhos de salmão com vieira. Oh meu Deus, entrou na boca e fez os meus olhos revirarem! Calma Paula, não tenhas pressa, delicia o momento bem, mas bem devagar! Parei de ouvir, quis que o tempo parasse e tudo ao meu redor fizesse "pause", para poder saborear os rolinhos que estavam descomunalmente divinais!

O combinado do Chef é terrivelmente viciante e nada prejudicial ao nosso paladar, me deixou com vontade de ir lá no dia a seguir, e no outro, e também no outro...

Pé na Poça
créditos: Paula Bollinger

Provei também o sushi de peixe branco e o gunkan de salmão com arroz de salmão - maravilhoso! Os rolos de ovas de peixe voador são uma especialidade obrigatória.

Na hora da sobremesa, o Chef me conquistou por completo! Olha só que doce mais lindo, genteeee! É uma tempura no ice cream de natas e chocolate, a minha perdição! A cereja no topo do bolo é a calda de frutos vermelhos, que deixa um sabor prolongado e levemente doce! Vale a pena provares, nem que seja ao meio da tarde, como lanche.

O Pé na Poça está de parabéns pelo serviço, qualidade e preço, uma média de 25€/pessoa. Amei tudo e vou voltar em breve, disso não há dúvida!

Av. Marginal, N 6784 Cascais Reservas 939 868 265


Conheça mais locais com histórias visitados por Paula Bollinger aqui.