Nos últimos 2 anos a maior parte das minhas viagens têm tido como destino vários países do Sudeste Asiático. Tailândia, Vietname, Laos, Camboja, Malásia, Singapura, Indonésia, Myanmar… A última vez que lá fui acabei por ficar 3 meses. Visitei países onde já tinha estado antes e descobri novos destinos como Myanmar, que me deixou encantada. E nestas viagens tive o privilégio de conhecer locais fantásticos que me deixaram momentos magníficos guardados na memória. E é com base nas minhas próprias experiências e nas de outros viajantes que fui conhecendo pelo caminho, que desenvolvi esta lista com 25 locais a não perder no Sudeste Asiático para que possa planear o melhor possível a sua próxima viagem por lá.


1| Kuang Si Waterfall - LAOS

As cascastas de Kuang Si parecem quase desenhadas por mãos humanas de tão perfeitas que são. Estão localizadas a poucos kms de distância de Luang Prabang, no Laos. As suas águas transparentes são perfeitas para um mergulho nos dias de maior calor.

(Para mais info sobre o Laos veja o artigo: Guia de Viagem - Laos)

Kuang Si Waterfall  - Laos
créditos: Maria João Proença (Joland Blog)


2| Templos de Bagan - MYANMAR

Bagan é um destino a não perder numa viagem por Myanmar. São mais de 2000 templos, alguns milenares, a visitar. Não perca a oportunidade de ver o nascer do sol do topo de um dos templos ou (caso o orçamento o permita) de um balão de ar quente.

(Para mais info sobre Myanmar veja o artigo: Guia de Viagem - Myanmar)

Bagan - Myanmar
créditos: Maria João Proença (Joland Blog)


3| Templos de Ayutthaya - TAILÂNDIA

Ayutthaya, a outrora capital do Reino de Sião, está localizada a apenas 1 hora de Bangkok, na Tailândia. Hoje em dia as ruínas dos seus templos e edifícios mantêm viva a memória desses tempos grandiosos. Talvez reconheça a sua mais famosa escultura: a famosa cabeça de Buda presa numa árvore.

(Para mais info sobre Ayutthaya veja o artigo: Guia de Viagem - Ayutthaya)

Ayutthaya - Tailândia
créditos: Maria João Proença (Joland Blog)


4| Petronas Twin Towers - MALÁSIA

As Petronas Twin Towers, construídas em 1998, tornaram-se com o decorrer do tempo num edifício icónico da cidade de Kuala Lumpur, na Malásia. A vista das Torres à noite é particularmente bonita mas durante o dia é possível subir até à ponte que as une para admirar as vistas sobre a cidade.

(Para mais info sobre a Malásia veja o artigo: Guia de Viagem - Malásia)

Petronas Towers - Malásia


5| Halong Bay - VIETNAME

Considerado Património Mundial pela UNESCO em 1993, Halong Bay significa em português “a baía do dragão que desce para o mar. Reza a lenda que as 3000 ilhas de Halong Bay foram criadas por um dragão que ao descer para o mar, raspou com a cauda nas montanhas. Vale a pena percorrer a baía num barco durante pelo menos 2 dias com estadia incluída no barco, passeio de kayak, aula de culinária, entre outras actividades.

(Para mais info sobre o Vietname veja o artigo: Guia de Viagem - Vietname)

Halong Bay - Vietname
créditos: Maria João Proença (Joland Blog)


6| Angkor Wat - CAMBOJA

Ir ao Camboja e não visitar Angkor Wat é imperdoável. Designado Património da Humanidade pela UNESCO em 1992, é aqui que “vivem” as ruínas de templos milenares que faziam parte do Império Khmer entre os séculos IX e XV. O complexo principal de templos fica localizado a cerca de 5 kms da cidade de Siem Reap.

(Para mais info sobre o Camboja veja o artigo: Guia de Viagem - Camboja)

Angkor Wat - Camboja
créditos: Maria João Proença (Joland Blog)


7| Gardens by the Bay - SINGAPURA

Singapura tem um ambiente totalmente diferente do que se vive nos outros países do Sudeste Asiático (na verdade é considerada uma cidade-estado, não um país). Tem um feeling bastante mais ocidentalizado do que os seus vizinhos e é orientada por uma série de regras que fazem com que seja um dos locais mais limpos e seguros do mundo. Os Gardens by the Bay são uma das suas maiores atracções. Estão, como o nome indica, localizados junto à Baía e são um verdadeiro Oásis de 101 hectares, construído pelo Homem, no meio de uma cidade preenchida por arranha-céus. A não perder: o espectáculo nocturno das Super Trees feito de uma combinação de luzes e músicas épicas.

Gardens by the Bay - Singapura


 8| Ijen Crater - INDONÉSIA (Java)

Já pensou no que seria assistir de perto a um espectáculo de luzes azuis, com um aspecto surreal, a sairem directamente cratera de um vulcão? Então toca a torná-lo realidade. Para assistir a este espectáculo só tem de viajar até à ilha de Java, na Indonésia e fazer um trekking de cerca de 2h45 até à cratera. A luz azul tem origem no gás sulfúrico que é emitido a cerca de 600ºC.

(Para mais info sobre a Indonésia veja o artigo: Guia de Viagem - Indonésia)

Ijen Crater - Indonésia


9| Cu Chi Tunnels - VIETNAME

A história dos Túneis Cu Chi, em Ho Chi Minh, no Vietname, não tem as origens mais felizes. Mas são hoje uma das maiores atracções do país e da cidade em particular. Esta rede de túneis foi construída nos anos 60 durante a Guerra no Vietname. Chegou a estender-se da cidade de Ho Chi Minh até à fronteira com o Camboja e ajudava as tropas vietnamitas a movimentarem-se em segredo durante a Guerra.

(Para mais info sobre o Vietname veja o artigo: Guia de Viagem - Vietname)

Cu Chi Tunnels
créditos: Grayline


10| Batu Caves - MALÁSIA

As Batu Caves são uma das maiores atracções na Malásia. São um local de celebração religiosa hindu e estão localizadas a cerca de 30 minutos de comboio de Kuala Lumpur. Na base da sua grande escadaria com 272 degraus encontra-se a maior estátua da divindade hindu Murugan do mundo com 42mt de altura. Todos os anos (fins de Janeiro ou início de Fevereiro) as Batu Caves são alvo de uma peregrinação em massa por ocasião do festival Thaipusam.

(Para mais info sobre Kuala Lumpur veja o artigo: Guia de Viagem - Kuala Lumpur)

Batu Caves - Malásia


11| Templo de Tanah Lot - INDONÉSIA (Bali)

O templo de Tanah Lot está localizado em Tabanan, a cerca de 20km de Dempasar, em Bali, na Indonésia. Estima-se que date do século XVI. Foi construído com o objectivo de servir para homenagear os deuses do mar. Hoje em dia é uma famosa atracção turística. Junto à base do templo, por algumas rupias terá direito a uma benção especial.

(Para mais info sobre a Indonésia veja o artigo: Guia de Viagem - Indonésia)

Tanah Lot - Indonésia


12| Old Town Hoi An - VIETNAME

Hoi An é, sem duvida alguma, uma das cidades mais bonitas de todo o Sudeste Asiático, senão mesmo a mais bonita. A zona da Old Town está preenchida por lojas, restaurantes e bares que ocupam hoje em dia as outrora casas de mercadores, pescadores e artesãos que se mantiveram perfeitamente conservadas até ao dia de hoje. Foi considerado Património Mundial pela UNESCO em 1999.

(Para mais info sobre Hoi An veja o artigo: Guia de Viagem - Hoi An)

Hoi An - Vietname
créditos: Maria João Proença (Joland Blog)


13| Komodo National Park - INDONÉSIA

O Dragão de Komodo, um dos animais mais famosos e temidos do mundo, habita esta ilha que lhe deu o nome, localizada na Indonésia, a Este de Sumbawa e Oeste da ilha de Flores. E é uma das principais razões pela qual a ilha é tão procurada por milhares de turistas de todo o mundo que todos os anos viajam pelo Sudeste Asiático.

(Para mais info sobre a Indonésia veja o artigo: Guia de Viagem - Indonésia)

Ilha de Komodo - Indonésia
créditos: Geria Bali Vacation


14| Mount Bromo - INDONÉSIA (Java)

O Mount Bromo é um dos mais activos vulcões do mundo e está localizado na ilha de Java, na Indonésia. Uma das actividades mais famosas na ilha de Java é o trekking até ao topo do vulcão para ver o magnífico cenário do nascer do sol.

(Para mais info sobre a Indonésia veja o artigo: Guia de Viagem - Indonésia)

Mount Bromo - Indonésia


15| Grutas de Phong Nha - VIETNAME

O Parque Nacional de Phong Nha, Património Mundial Natural da UNESCO desde 2003, é o lar de algumas das maiores grutas do mundo, algumas delas descobertas há apenas 7 anos atrás (em 2009). É um local fantástico onde, para além das majestosas grutas, terá direito a paisagens magníficas num ambiente tranquilo.

(Para mais info sobre Phong Nha veja o artigo: Guia de Viagem - Phong Nha)

Phong Nha - Vietname
créditos: National Geographic


16| Chocolate Hills - FILIPINAS

As Chocolate Hills (Colinas de chocolate) estão localizadas na ilha Bohol, nas Filipinas. São compostas por cerca de 1200 colinas de vários tamanhos com um formato arredondado. Na época seca a erva que cobre as colinas seca ficando com um tom de chocolate que faz com que as colinas se assemelhem a bombons de chocolate, daí o nome.

Chocolate Hills - Filipinas
créditos: Getty Images


17| Thum Lod Cave - TAILÂNDIA

A Thum Lod Cave está localizada no Norte da Tailândia, a poucos kms de Pai. A gruta é percorrida numa jangada de bambu com partes feitas a pé para explorar o seu interior. A única luz existente é a do candeeiro a petróleo transportado pelo Guia que o acompanha pela gruta e os únicos sons são os das gotas a cair do tecto e dos morcegos que a habitam.

(Para mais info sobre a Tailândia veja o artigo: Guia de Viagem - Tailândia)

Thum Lod Cave - Tailândia
créditos: Maria João Proença (Joland Blog)


18| Wat Rong Khun (Templo Branco) - TAILÂNDIA

O Templo Branco  é uma das principais atracções da cidade de Chiang Rai, no norte da Tailândia. A sua construção iniciou-se em 1997 pelo artista tailandês Chalermchai Kositpipat não se encontrando ainda completamente terminado.

(Para mais info sobre a Tailândia veja o artigo: Guia de Viagem - Tailândia)

White Temple - Tailândia
créditos: Oriental Escape


19| Monkey Forest em Ubud - INDONÉSIA (Bali)

A Monkey Forest é uma reserva natural e um complexo de templos hindus, localizada em Ubud, na ilha de Bali, na Indonésia. Ocupa cerca de 10 hectares e é habitada por centenas de macacos e uma grande variedade de árvores e plantas raras. É ainda possível visitar 3 templos hindus que ali se encontram, construídos por volta de 1350.

(Para mais info sobre Ubud veja o artigo: Guia de Viagem - Ubud)

Monkey Forest - Indonésia
créditos: Maria João Proença (Joland Blog)


20| Mount Batur - INDONÉSIA (Bali)

O Mount Batur é um vulcão localizado na ilha de Bali, na Indonésia, a 1717mt acima do nível do mar. Uma das actividades turísticas mais famosas em Bali consiste em ver o pôr-do-sol do seu topo, após uma caminhada de 2 horas.

(Para mais info sobre a Indonésia veja o artigo: Guia de Viagem - Indonésia)

Mount Batur - Indonesia
créditos: TeddyBuddy44 (Flickr)


21| Borobudur Temple - INDONÉSIA (Java)

O templo Borobudur é um templo budista do século IX, localizado na ilha de Java na Indonésia, considerado o maior monumento budista do mundo. É composto por 9 plataformas que representam o percurso até o atingir do Nirvana, que deverão ser percorridas no sentido dos ponteiros do relógio até ao topo.

(Para mais info sobre a Indonésia veja o artigo: Guia de Viagem - Indonésia)

Templo Borobudur - Indonésia
créditos: Maria João Proença (Joland Blog)


22| Wat Pho (Buda reclinado) - TAILÂNDIA

A estátua do Buda Reclinado, localizado no complexo de templos Wat Pho, em Bangkok, na Tailândia, foi construída em 1832. Representa o atingir do Nirvana pelo Buddha e é uma das maiores estátuas do estilo na Tailândia, atingindo um comprimento de 46mt e uma altura de 15m. É um dos locais mais visitados da capital tailandesa.

(Para mais info sobre a Tailândia veja o artigo: Guia de Viagem - Tailândia)

Wat Pho (Buda Reclinado) - Tailândia


23| Doi Suthep - TAILÂNDIA (Chiang Mai)

O templo de Doi Suthep está localizado no topo da montanha com o mesmo nome, a cerca de 15kms de Chiang Mai, no norte da Tailândia. Diz-se que a sua construção data de 1383. É possível aceder à base do templo de carro ou mota, sendo necessário depois subir cerca de 300 degraus até à entrada. (para os menos adeptos de exercício físico ou com mais dificuldades de locomoção, existe um elevador que faz essa subida)

(Para mais info sobre Chiang Mai veja o artigo: Guia de Viagem - Chiang Mai)

Doi Suthep - Tailândia
créditos: Wiennat (Flickr)


24| Shwedagon Pagoda - MYANMAR (Yangon)

O Pagoda Shwedagon é o Pagoda budista mais sagrado de Myanmar e a mais famosa atracção de Yangon, a antiga capital do país. Diz-se que foi construído algures entre o século VI e o século X, apesar de existir uma lenda que afirma que tem mais de 2600 anos, fazendo com que seja o templo budista mais antigo do mundo.

(Para mais info sobre Yangon veja o artigo: Guia de Viagem - Yangon)

Shwedagon Pagoda
créditos: Joland


25| El Nido - FILIPINAS

Um verdadeiro paraíso do Sudeste Asiático, decorado por águas azuis cristalinas e areias brancas, El Nido está localizado na província de Palawan, nas Filipinas. Não foi à toa que conseguiu o primeiro lugar no ranking das 20 praias mais bonitas do mundo pela conceituada publicação de viagens Condé Nast Traveller.

El Nido - Tailândia
créditos: El Nido Resorts


Espero que estes 25 locais a não perder no Sudeste Asiático sejam uma ajuda no planeamento de uma próxima aventura por lá! Para dicas sobre como organizar uma viagem de forma independente dê uma espreita neste artigo: Como planear uma viagem de forma independente.