O site Travel & Leisure listou alguns dos erros mais comuns que os viajantes cometem na sua primeira viagem. Como se costuma dizer, "é com os erros que aprendemos".

1. Não escolher o lugar no avião
Quando se viaja numa companhia aérea low cost, escolher o lugar no avião significa pagar mais uns euros extra. Se não quiser pagar, vai ter de se sujeitar à disponibilidade dos lugares quando fizer o check-in antes do voo. Mas sendo uma primeira viagem, valerá a pena escolher o lugar de forma a ir o mais confortável possível. Lugares à janela são recomendados para quem gosta de dormir no avião, por exemplo. Os lugares mesmo ao lado das saídas de emergência costumam ter mais espaço para as pernas. São fatores que deverá ter em conta numa primeira viagem.

2. Levar mais roupa do que o necessário
É sempre uma dúvida existencial, quer para os estreantes quer para quem já viaja: o que levar na mala? Geralmente, temos tendência para levar roupa a mais. Para fazer a mala de forma racional, saiba como vai estar o tempo no seu destino, tenha em conta os dias que vai ficar e o tipo de viagem que vai fazer (se vai andar muito a pé, por exemplo).

3. Assumir que a sua mala de cabine tem o tamanho certo
Antes de viajar, consulte junto da companhia aérea com a qual vai viajar quais são as regras para as malas de cabine (medidas e peso). Muitas vezes, assumimos por defeito que aquela mala que já temos há alguns anos serve perfeitamente. Para evitar custos adicionais na hora do embarque, certifique-se que a sua mala é a correta.

4. Líquidos na mala de cabine
As normas ditam que os líquidos que se levam na mala de cabine não podem exceder os 100ml. Encontra frascos adequados para bagagem de mão em farmácias, perfumarias ou em lojas de cosmética. Não caia na tentação de levar o frasco de gel de banho que costuma usar em casa, porque provavelmente no controlo de segurança vai ficar retido.

Veja também: 10 dicas para viajar com tranquilidade em voos longos

5. Verificar a data de validade do passaporte e/ou cartão do cidadão
Qualquer que seja o documento que necessita para viajar, verifique sempre com alguns meses de antecedência o prazo de validade. Renovar estes documentos num curto espaço de tempo tem custos mais elevados. Assim que marcar a sua viagem, deve logo consultar os seus documentos de identificação.

6. Verificar o itinerário mais do que uma vez
Se vai fazer um voo de longo curso, confirme a diferença horária no seu destino. Consulte e verifique o seu itinerário, como voos de ligação, o aeroporto onde vai fazer escala e reservas de hotéis. Escreva numa agenda as horas a que chega, os horários dos voos e os contactos dos hotéis onde vai ficar. Visualmente ajuda a ter uma ideia e a memorizar o seu percurso.

7. Perder-se numa rua no seu destino
É normal que quando visitamos um local novo, nos possamos perder numa rua. Nestes casos, faça uso da tecnologia. Use, por exemplo, o Google Maps em modo offline, o que significa que pode usar a aplicação sem gastar dados móveis. Também pode recorrer a uma outra aplicação de GPS que o ajude a localizar-se ou ao "velho" mapa em papel.

8. Esquecer o roaming
Antes de viajar, consulte o seu fornecedor de serviços móveis para ativar um plano de roaming.

9. Trocar dinheiro a mais
Se vai viajar para um destino onde o euro não é a moeda usada, não precisa de trocar grandes quantidades de dinheiro antes da viagem. Convém, claro, levar algum dinheiro trocado. Faça um orçamento de mais ou menos quanto vai precisar para o básico, e isso é o suficiente. Se precisar de mais, pode sempre levantar numa caixa multibanco.

10. Tipo de cartão de crédito
Se o seu cartão de crédito ainda é de banda magnética, peça ao seu banco um com chip incorporado. Além de ser mais seguro, permite-lhe fazer pagamentos em estações de comboio, bombas de gasolina, entre outros estabelecimentos, o que vai facilitar-lhe a vida.

11. Calçado errado
As férias não são a melhor altura para estrear uns sapatos novos. Prefira calçado confortável e que já tenha usado várias vezes. Assim sabe com o que pode contar.

12. Jogar pelo seguro
Férias são férias! Quando chegar ao seu destino, além de fazer as visitas que tinha planeado, explore o local, vá a sítios que não estão nas rotas turísticas, fale com os locais. Faça das suas férias uma aventura.

Veja também: 8 dicas para superar o medo de voar