Elaboramos um ranking de cidades europeias que todas as pessoas têm de visitar antes de morrer. E, nestas aqui, há uma vantagem: se comprar com antecedência e fazer pesquisas em vários sites, vai conseguir uma passagem aérea muito em conta, o que é um passo importante para conseguir poupar numa viagem.

Sabemos que há pessoas que têm medo de voar ou até mesmo desinteressados em conhecer novos sítios (esta não conseguimos perceber, mas pronto, somos tolerantes), mas a Europa é rica em destinos fabulosos e, caso não se revejam nos pontos acima referidos, não há desculpas para não os conhecer.

Como sabem, somos um casal e decidimos fazer este ranking de forma muito democrática e ao estilo Eurovisão. Pegámos em dez destinos europeus já visitados e demos pontuação de 1 a 8 e depois 10 e 12. Somámos e deu o ranking que iremos apresentar já a seguir.

A pontuação tem critérios, como gastronomia, hospitalidade, pontos culturais, entre outros. O objetivo é dar aquele empurrão que falta para pegar num computador e comprar um bilhete de avião em regime 'low cost' para terem 'high sensations'.

Valência (2 pontos)

Valência é a cidade ideal para uma escapadela de fim de semana, para relaxar e deixar-se levar pela "fiesta" tão típica do povo espanhol. Não precisa de grandes pressas nem planos de horários muito apertados, pois o que vale a pena nesta cidade é perder-se pelas ruazinhas do centro, dar um mergulho no Mediterrâneo, provar a famosa paella valenciana e "regar" tudo isto com um bom copo de sangria. A Cidades das Artes e Ciências é um local obrigatório.

Amsterdão (5 pontos)

Sabemos que há muitos fãs da capital holandesa e nós conseguimos entender o porquê. Todos os nossos pecados são permitidos em Amesterdão e entendemos que é um bom cartão de visita para os turistas. O Museu de Anne Frank, o Museu da Heineken e o Museu de Van Gogh são obrigatórios, assim como a Red Light District para os mais ousados. Se visitarem esta cidade holandesa façam todo o percurso de bicicleta e almocem no Voldelpark. Então de que não gostamos? Os excessos da cidade e a contínua repetição da estrutura dos edifícios.

Madrid (6 pontos)

De todas as cidades desta lista, Madrid é aquela que, digamos, cumpre as normas do "politicamente correto". Tudo muito bem arranjado, centro lindíssimo, muita 'movida' pela 'noche', bons museus (Prado e Rainha Sofia), o Bernabéu, a Plaza Mayor, o Mercado de São Miguel... A capital espanhola destaca-se ainda pelo seu piso regular, perfeito para quem não se quer cansar com muitas subidas e descidas. Não somos amantes da comida espanhola e da perfeição de Madrid, mas esta cidade é ideal para quem quer sentir, ou descobrir, o que é realmente uma cidade cosmopolita e movimentada. É ideal para estreias nestas andanças de 'low cost', sem esquecer que este destino conta também com os preços mais baixos de avião.

Nice (9 pontos)

Nice cativa pela vida da cidade, onde há sempre gente na rua, nos parques e nas esplanadas. A toda a hora, convida-nos a sentar numa esplanada na belíssima praça Massena, ou apenas a desfrutar de um picnic num dos jardins da imensa Promenade du Paillon. Isto, claro, sem esquecer, o ponto mais icónico de Nice, a Promenade des Anglais, um passeio à beira-mar que se estende ao longo de toda cidade, com o belo forte numa das pontas a contemplar a cidade e o Hotel Negresco, um dos mais antigos da cidade, a conferir uma aura de charme a quem se passeia por aqui. Não se esqueçam de dar um mergulho no mar de Nice: boa temperatura e cor atraente.

Dublin (11 pontos)

Dublin é a cidade mais hospitaleira de todo este grupo, devendo grande parte da sua pontuação ao ambiente tão "friendly" da cidade. Associado a isso, existe uma grande variedade de atrações históricas, bem como uma cultura literária muito marcada na cidade, com nomes como Oscar Wilde e James Joyce a serem lembrados em cada rua ou café. Animação noturna também não falta, bem ao estilo irlandês com pubs povoados de gente de todas as idades, unidos pelos cartões de visita da Irlanda: a cerveja e o whisky. Vão e desfrutem da sensação de ser recebidos como se chegassem à casa de amigos.

Bordéus (12 pontos)

Não queremos enganar ninguém. Bordéus não é cidade para se ficar fascinado. É uma cidade com encantos escondidos. E quando falamos de encantos, falamos de comida e bebida. Podemos dizer que foi a cidade, em todo o mundo, onde comemos melhor, para já. A gastronomia é fabulosa e, como estamos na Meca dos vinhos, a bebida está em sintonia. Bordéus é perfeita para um fim de semana curto e para os amantes dos bons vícios da vida.

Londres (13 pontos)

Londres é outra cidade imperdível para terem uma noção da riqueza cultural e arquitetónica da Europa. Perfeita para quem quer atividades ao ar livre, cultura e restaurantes conceituados. Palácio de Buckingham, St Paul’s Cathedral, Hyde Park, London Eye, Tower Bridge, Palácio de Westminster, Museu de História Natural e, claro está, o Big Ben são oito pontos turísticos que não podem deixar de ver quando passarem pela capital inglesa. Não deixem também de visitar as excelentes pastelarias de Notting Hill e de se perder pelos típicos bairros britânicos.

Barcelona (14 pontos)

Barcelona é talvez a cidade mais completa deste ranking, com atrações turísticas que vão desde monumentos de renome mundial, a arquitectura (muito Gaudi) de referência, praias e pontos de vistas panorâmicas de tirar o fôlego. A juntar a tudo isto, oferece gastronomia e animação noturna para todos os gostos e bolsos, desde bares de tapas a restaurantes sofisticados, com noites a prolongarem-se pelos cafés típicos das Ramblas ou em terraços elegantes no topo de hotéis. Desfilar pelo Passeig de Gràcia, visitar La Sagrada Familia, comprar uns recuerdos nas Ramblas e fazer um picnic no Parc Guell são 'must-do' nesta cidade.

Roma (20 pontos)

Roma é a cidade mais envolvente que existe no mundo. Perder-se nas ruas estreitas e amareladas, desfrutar dos Aperitivis, aprender como nasceu a civilização moderna, visitar o berço do cristianismo... Tudo isto é Roma. E há muito mais para além do referido, mas só marcando a viagem é que irão entender o que queremos transmitir.

 Paris (24 pontos)

Paris é como o amor. Há que o sentir uma vez na vida para sabermos como é bom viver. Assim é a capital francesa. É daquelas cidades que ou se ama ou se detesta. Por cá, já perceberam que é a cidade obrigatória para quem ainda não conhece nenhum destes destinos. Imaginem Paris como a mulher/homem que todos desejam. Paris tem excelente gastronomia, locais icónicos, o melhor museu do mundo, a pastelaria mais refinada, edifícios lindíssimos, história a cada esquina. É uma cidade cheia de ‘mais’, mais vontade de a conhecer. Ainda por cima, é a cidade com acesso mais facilitado e variado. As duas companhias 'low cost' voam para lá e ainda podem encontrar preços muito atrativos nas companhias ditas regulares.