1. Paros e Antíparos, Cíclades


Um passeio de vespa, com os cabelos ao vento ao longo das ruas serpenteantes de Parikia, é a forma ideal para conhecer Paros (na foto principal). Poderá descobrir diversas estruturas de mármore na Panagia Ekatontapiliani do Século IV, a Igreja das 100 Portas e, no lado sul da ilha, apreciar belas praias e praticar kitesurf.

25 praias na Europa que vai querer conhecer já
25 praias na Europa que vai querer conhecer já
Ver artigo

A menos de dois quilómetros de distância de barco, Antíparos maravilha qualquer visitante com os seus riachos azuis transparentes, ouriços-do-mar e caminhadas entre os cedros. A praia Soros e as grutas de Agios Georgios são as melhores opções para banhos sossegados em águas azuis. Para uma experiência ainda mais natural, que tal montar a sua tenda num dos parques de campismo da ilha e deixar que a sombra das árvores, a brisa leve e o aroma da flora selvagem o adormeçam?

2. Creta

Creta, conhecida como a maior das ilhas gregas, apresenta uma beleza natural oferecida pelas suas montanhas vistas do mar. Os seus sinais castanhos indicam mosteiros e ruínas histórias que merecem o seu tempo. No Museu Arqueológico de Heralião poderá apreciar uma colecção de artefactos minóicos, sendo as peças chave frescos de 1800AC, como o famoso fresco da carga do touro do Palácio de Cnossos.

Quem vai a Creta tem de desfrutar da sua saudável e equilibrada dieta. A maioria dos pratos é composta por fruta e vegetais sazonais, peixe fresco, azeitonas, pão caseiro e queijos locais porém, como os jantares são tardios, é aconselhável um Raki refrescante (uma bebida alcoólica com sabor a anis) ao fim da tarde.

3. Lefkada, Ilhas Jónicas


Lefkada
Lefkada créditos: momondo

Para quem não gosta de andar de barco, esta é a ilha ideal a visitar. Com uma pequena ponte a fazer a ligação entre a Grécia continental e Lefkada, poderá conduzir enquanto aprecia a paisagem das baías azuis-turquesa do Mar Jónico. Para as melhores vistas da ilha, não se esqueça de procurar as falésias brancas na praia Egremni. Já Sfakiotes oferece uma verdadeira viagem no tempo, sendo composta por várias povoações históricas envoltas no encanto das oliveiras. Para refrescar, existem as opções de um café gelado ou um Ouzo mais gelado ainda.

4. Samos, Ilhas Egeias do Norte


Na ilha de Samos poderá ver o último pilar dos três templos, construídos no séc. VI, em honra de Hera, mulher de Zeus, Património Mundial da UNESCO de Heraião. Se procura uma boa vista, suba aos picos dos Montes Kerkis e Ambelos, onde poderá vislumbrar aves de rapina endémicas, garças, pelicanos e até flamengos cor-de-rosa. Para matar a sede, nada como o doce moscatel de Samos, bebida principal do festival de vinhos no início de Agosto, na capital de Vathy.

5. Quíos, Ilhas Egeias do Norte

Quíos é um dos segredos mágicos mais bem guardados da Grécia. Perca-se a explorar Mesta, uma aldeia medieval construída como labirinto fortificado, onde poderá passear por túneis que dão para telhados ou pátios privados.

Onde estão as melhores praias da Grécia?
Onde estão as melhores praias da Grécia?
Ver artigo

Na encosta de uma colina, Anatavos – cidade fantasma, abandonada após o Massacre de Quíos, em 1822 – é um monumento nacional mantido por locais. Quíos é decorada por elementos pretos e brancos que inundam a cidade desde o rés-do-chão às varandas, sendo que até a praia Mavra Volia parece imitar esse esquema de cores, com o contraste entre os seus seixos de pedra vulcânica negra, o mar azul e as rochas amarelas.

6. Calímnos, Dodecaneso


Se deseja mais do que ficar na praia ao sol, Calímnos, mesmo ao pé da Turquia, oferece-lhe uma boa escapadela desportiva. Conhecida pela sua colheita de esponja natural, Calímnos dá-lhe a oportunidade de praticar uma das formas de mergulho mais antigas do mundo, em que os mergulhadores podem explorar o mar em busca do raro “ouro calímnio”, vendido em mercados e fábricas de esponja.

Calímnos, Grécia
Calímnos, Grécia créditos: momondo

A paisagem rochosa é uma tentação à escalada, com milhares de trilhos seguros. A Grande Grotta, uma larga gruta virada para o mar, oferece uma vista inigualável do pôr-do-sol àqueles que se atreverem a escalar pedra calcária coberta de estalactites a 50m de altura.

7. Corfu, Ilhas Jónicas


A Cidade Velha de Corfu, Património Mundial da UNESCO, é uma mistura de edifícios renascentistas e barrocos, particularmente impressionantes na praça central Spianada, onde poderá passear pelas rotundas ou à sombra dos arcos. Deixe-se impressionar pelas margens cobertas de resorts mas não deixe de mergulhar nas montanhas cobertas de floresta densa de ciprestes. No alto das colinas, várias aldeias escondem relíquias como as mais de 20 igrejas espalhadas à volta da cidade anciã de Ano Korakiana. Para passear, que tal uma caminhada pela extensa Corfu Trailer, que liga paisagens intocadas a aldeias misteriosas?

Veja ainda: Ilhas desertas para as quais vai querer fugir