Ao longo de 35 quilómetros, vimos a paisagem alterar-se. De repente, os prédios e os automóveis pareciam distantes. O cenário ficou verde e o ar passou a ser puro. Tudo aconteceu em mais ou menos meia hora, durante uma viagem de automóvel de Lisboa até à Quinta dos Machados, Mafra.

Mal estacionámos, sentimos que entrámos numa espécie de jardim secreto. A Quinta dos Machados é um lugar encantando onde sonhos são concretizados. É o lugar onde noivos trocam alianças e vivem um dos dias mais felizes das suas vidas. Porém, não foi para testemunhar as juras de amor eterno entre dois apaixonados que visitámos a quinta. Foi para relaxar, renovar energias e quebrar a rotina.

Quinta dos Machados
créditos: Ana Oliveira

Saímos do carro e deparámo-nos com uma mistura curiosa: uma combinação arquitetónica entre o século XVII e a atualidade. A maioria dos edifícios são antigos, contudo, um é moderno. 

Assim que entrámos na receção, sentimos uma boa vibração que permaneceu durante toda a nossa estadia, muito devido ao meio envolvente e ao staff: sempre simpático, disponível, flexível e profissional. Durante toda a experiência, não nos faltaram mimos. Notámos que o foco do staff eram os hóspedes e o seu bem-estar.

Após o check in, recebemos uma pequena visita guiada, suficiente para conhecermos parte da história da Quinta e, claro, onde se encontrava o spa, a piscina, o bosque, a sala de estar, comum a todos os hóspedes, e, também, os quartos.

Quinta dos Machados
créditos: Ana Oliveira

O nosso quarto ficava num antigo celeiro e era bastante acolhedor ao mesmo tempo que veranil. Assim que pousámos as malas, abrimos a janela e respirámos o ar puro. Ali sabia bem apreciar as pequenas coisas da vida. Aquelas que não apreciamos no dia-a-dia por andarmos muito ocupados, a correr ou com demasiadas preocupações. O celeiro era composto por mais quartos, o que nos pareceu ideal para passar um fim-de-semana calmo e saboroso com amigos.

Depois de instalados, decidimos aproveitar a tarde na piscina e nem os 20 e pouco graus impediram-nos de mergulhar e de bronzear.

Quinta dos Machados
créditos: Ana Oliveira

À hora do jantar fomos explorar o Cantinho dos Sabores, o restaurante da Quinta, situado no tal edifício moderno, onde também se encontra o spa.

Neste Cantinho viajámos pelas diferentes regiões de Portugal. A base é a gastronomia tradicional portuguesa, porém reinventada. Tanto pode optar por fazer uma refeição mais tradicional ou "ir de tapas", uma boa opção para se estiver com amigos. É ainda aqui que são servidos os pequenos-almoços da Quinta, de onde se destacam os produtos caseiros: compotas, biscoitos, chás e, claro, o famoso pão de Mafra.

Quinta dos Machados
créditos: Ana Oliveira

O spa ficou para a manhã do dia seguinte, pois a tarde estava reservada para um passeio pelo bosque e, claro, para mais mergulhos na piscina.  Experimentámos a sauna, o banho turco e o jacuzzi, do qual foi mesmo difícil sair. Ainda existe no spa um solário natural, zona de relaxamento e uma sala de massagens, feitas apenas por marcação.

A Quinta dos Machados conta ainda com uma salão de eventos, portanto, não se sinta surpreendido se ao lado estiverem a celebrar um casamento. Felizmente, a insonorização dos quartos é boa. Durante a nossa estadia decorreu um casamento e não ouvimos qualquer barulho no quarto.

quinta dos machados
créditos: Ana Oliveira

Seja para um fim-de-semana a dois, com a família ou com amigos, este é um lugar que vale a pena conhecer. Situada em plena Estrada Nacional 8, na junção das aldeias de Gradil e Barras, permite-lhe ainda explorar alguns locais de interesse. Fica tanto a 10 quilómetros de Torres Vedras como de Mafra. E se gosta de praia, há boas notícias para si. As praias da Ericeira ficam a menos de meia hora de automóvel.

E a melhor parte - aquela que vai com certeza apreciar e dar valor - é a de acordar com os passarinhos a cantarolar sem o barulho dos carros e das buzinas.

Mais informações:

Morada: Quinta dos Machados, E.N. 8, , Barras, 2665-006

Telefone: 00351 261961279

Site: www.quintamachados.com