O Douro encanta em qualquer altura do ano. No outono, as folhas ganham inúmeros tons de cobre, vermelho ou laranja, criando um cenário quente nas vinhas que se debruçam sobre o rio. No inverno, a paisagem fica mais árida e as serras envolventes pode ficar pintadas de um manto branco. No verão, o calor é intenso e a região prepara-se para a época mais importante do ano: as vindimas. Na primavera, o Douro é florido, flores silvestres aparecem em cada canto e recanto, à beira das estradas, nos jardins e miradouros. Entre fevereiro e março, o espetáculo das amendoeiras em flor antecede o espetáculo da primavera, que faz florescer um dos vales mais belos do mundo.

Serve esta pequena introdução para sublinhar que o Douro é, acima de tudo, natureza. E uma harmonia perfeita entre a natureza e o trabalho de séculos esculpido pelo homem. "Um poema geológico", como tão bem descreveu Miguel Torga. Uma escapadela de alguns dias pode ser a lufada de ar fresco que necessita para quebrar a rotina e o Douro é um dos locais mais encantadores para isso. À paisagem única, alia-se a boa gastronomia, boas unidades hoteleiras e pessoas hospitaleiras.

Se procura exclusividade e requinte durante a sua estadia, o Vila Galé Douro é uma opção a levar em conta. O hotel está inserido na paisagem, numa arquitetura em socalcos. São, ao todo, 38 quartos (duplos/casal ou familiares) com vista para o rio e uma decoração moderna mas com apontamentos que fazem lembrar as antigas quintas da região. É o hotel mais pequeno do grupo Vila Galé e isso não é uma desvantagem, muito pelo contrário, confere-lhe um ar mais intimista e acolhedor, presente nos hotéis boutique.

Os quartos são espaçosos e a cama de casal é mesmo "king size", para uma noite muito confortável e silenciosa. E, ao acordar, há-que abrir as portas e apreciar o dia da varanda do quarto com vista para o Douro e para cidade do Peso da Régua. Do outro lado do rio, o Vila Galé Douro está a uns minutos da Régua, o que faz da sua localização uma mais-valia para quem quer explorar a região.

Vila Galé Douro
créditos: DR

Começamos por descrever os quartos, mas a verdade é que todo o hotel merece ser experienciado. Depois de um dia de passeios pelos vales e montes do Douro, nada melhor do que passar pelo bar do hotel, o Versátil, agarrar num cocktail (porque não um Porto Tónico?) e ir saboreá-lo para o terraço, observando o anoitecer e os reflexos das luzes no rio. Para jantar, não precisa mesmo de ir muito longe. O restaurante Inevitável, responsável por servir as refeições do hotel, ganha um ambiente acolhedor com as luzes mais baixas, perfeito para um jantar a dois ou entre amigos, saboreando o que de melhor tem a gastronomia portuguesa, mas também com pratos diferenciados - como os risottos que conjugam sabores portugueses (risotto de alheira de caça com castanhas, o risotto de bacalhau com crumble de broa de milho, o risotto de queijo da Serra com crocante de presunto).

No dia seguinte, somos recebidos pela luz da manhã, sempre com vista para o rio, e por um pequeno-almoço com tudo a que se tem direito: doces e compotas, pães, cereais, frutas, panquecas e várias opções de ovos - mexidos, compostos, omeletes - é só pedir ao simpático staff o que lhe mais agradar ou apetecer.

O dia pode ser aproveitado na piscina e spa do hotel. Se estiver a precisar de relaxar, o spa Satsanga vai, certamente, cumprir este desejo na perfeição, com várias opções de massagens e tratamentos, em salas que estão perfeitamente integradas na paisagem. Há ainda um pequeno ginásio, equipado com as máquinas e "ferramentas" necessárias para fazer um bom treino e queimar as calorias que vai, certamente ganhar, durante a estadia.

Vila Galé Douro
créditos: DR

Se, por outro lado, quer aproveitar para explorar a região, pode pedir na recepção do hotel informações sobre os passeios disponíveis. Um passeio de barco ou uma visita às quintas estão na lista dos imperdíveis. Mas pode aventurar-se pelas belas estradas do Douro, a pé, de bicicleta ou de carro. Para apreciar uma das vistas mais magníficas da região, pode ir até ao miradouro de São Leonardo da Galafura, a cerca de 25 minutos de carro do Vila Galé Douro.

E se a gastronomia é um dos motivos que o leva a conhecer o Douro, saiba que pode apreciar um dos pratos típicos da região, o cabrito assado, no restaurante Inevitável - uma nova experiência gastronómica lançada pelo Vila Galé Douro. Em travessa de barro, com batatas assadas, acompanhado do típico arroz de miúdos, o cabrito assado é servido aos domingos, durante o horário de almoço, do 12h30 às 15h (custa 16 euros por pessoa). E não é preciso estar hospedado no hotel para experimentar o restaurante. Mais uma proposta interessante para quem vai ao Douro e quer saborear a região da melhor forma possível.

Hotel Vila Galé Douro

Lugar dos Varais - Cambres, 5100-426 Lamego

Telefone: 254 780 700


Texto: Alice Barcellos/SAPO Viagens - Fotos: Vila Galé