Entrar num comboio e horas depois estar num país diferente daquele em que se embarcou, é muito fácil de acontecer em algumas cidades europeias. E dependendo da distância a percorrer e do horário escolhido, dormir lá pode ser então uma boa opção.

Mas saibam que este dormir num comboio internacional a que me refiro, não significa apenas encostar a cabeça, é mesmo dormir com todo o conforto. Existem quartos com camas, lençois e almofadas, casas de banho com duche e até restaurante. E, imaginem só, em alguns casos ainda com serviço personalizado de quartos!

Dormir num comboio
créditos: Viajar em Família

A nossa estreia em comboios nocturnos foi entre Copenhaga (Dinamarca) e Amesterdão (Holanda), mas existem muitas mais opções na Europa. Sentimo-nos uns perfeitos aventureiros!

Mas a primeira coisa a saber quando se vai dormir num comboio internacional é que existem várias carruagens com diversas formas, ou seja, diversos tipos de quartos.

Passo a explicar as diferenças do comboio em que dormimos:

Primeira classe - Compartimentos fechados com porta opaca e janela exterior

- Características:

  • O quarto transforma-se: durante o dia é banco corrido e à noite é beliche com três camas
    As camas têm lençóis e almofadas.
  • O quarto tem uma mesa, um lavatório com espelho, água quente e fria, copo com água para bochechar, detergente e toalhas de rosto.
  • Há a possibilidade de abrir a porta de ligação entre dois quartos e assim ficar com “quartos comunicantes”, transformando a experiência de dormir num comboio internacional bastante privada e familiar.
  • A casa de banho com lavatório, sanita e duche está no corredor.
  • O revisor passa no início da viagem para dar algumas informações úteis sobre a viagem e algums mimos extra. Entrega uma garrafa de água a cada passageiro, pergunta qual a bebida que queremos para o pequeno-almoço e a que horas queremos o serviço de despertar. Mais tarde, volta a passar para transformar o banco em cama. De manhã faz o inverso e entrega o pequeno-almoço (café ou chá, sumo de laranja, bolo, pão, pequenos pacote de manteiga, doce e paté).

Dormir num comboio
créditos: Viajar em Família

Segunda classe - Compartimentos fechados com porta de vidro e janela exterior

Duas formas possíveis:

1. Beliches com quatro ou seis camas (com lençóis e almofadas)
2. Dois bancos corridos (com seis cadeiras)

- Características:

  • Se não se marcar a ocupação total do compartimento, durante a viagem outras pessoas podem juntar-se até este ficar preenchido.
  • O compartimento tem uma mesa.
  • A casa de banho com lavatório e sanita está no corredor.

Dormir num comboio
créditos: Viajar em Família

E ainda outros tipos de carruagens com:

  • Cadeirões (reclináveis).
  • Restaurante (servem bebidas, chocolates e refeições leves).
  • Bicicletas (espécie de estacionamento).

Encontrei em todo o comboio um fantástico ambiente de partilha, convívio e alegria. Cada carruagem tinha oito a dez compartimentos e apenas um número muito reduzido estava vazio. Ou seja, estavam mesmo muitas pessoas a bordo, mas não se notava, em barulho ou movimento.

Vi bastantes grupos de amigos e famílias, com filhos bem pequenos, a viajarem nos compartimentos de quatro e seis camas: a jogar, a comer, a conversar.

Agora, não esperem neste tipo de comboios as mordomias de um hotel (no alojamento insólito e em andamento, o espaço do quarto é reduzido e as casas de banho são no corredor).

Dormir no comboio
créditos: Viajar em Família

Além disso, a troca de carruagens que se vai fazendo ao longo do caminho, nas várias paragens do percurso pode provocar alguns barulhos.

Mas ainda assim, considero o balanço desta noite diferente em que fomos dormir num comboio internacional bem positivo. E como a viagem se fez durante a noite até conseguimos poupar algum tempo e dinheiro.